quinta-feira, 25 de maio de 2017

Divulgado o primeiro trailer de "Extraordinário"

Foi lançado o primeiro trailer de "Extraordinário", adaptação do best-seller de R. J. Palacio.
A história acompanha o pequeno August Pullman (ou Auggie), que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

O filme tem Jacob Tremblay como protagonista, Julia Roberts faz o papel de Isabel, mãe do garoto, e Owen Wilson é Nate, o pai. Sonia Braga foi confirmada como a avó de Auggie.
Extraordinário estreia nos cinemas em 23 de novembro.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Na estreia da nova temporada, ‘Que Mundo é Esse?’ vai à fronteira do México com os Estados Unidos

Com a eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, uma das suas mais polêmicas promessas de campanha – a construção de um muro de 3.500 quilômetros na fronteira do país com o México – foi adiada pelo alto custo e questionada pela necessidade, já que o número de imigrantes ilegais vindos do México não aumenta há quase 10 anos no país norte-americano. 
Para entender os sonhos, medos e esperanças daqueles que tentam atravessar ilegalmente a fronteira entre os dois países, André Fran, Felipe UFO, Michel Coeli e Rodrigo Cebrian usam o muro como ponto de partida na estreia da quarta temporada do 'Que Mundo É Esse?', no ar nesta sexta-feira, dia 12, na GloboNews. "Apesar de ser um tema tão atual e próximo, me impressionou perceber como conhecemos pouco dos dramas de quem vive essa realidade", conta André Fran, um dos diretores do programa.

A equipe do programa se divide para visitar os dois lados. No americano, Rodrigo Cebrian vai de carro até onde pode e percorre a pé uma trilha, feita por muitos mexicanos que trabalham nos Estados Unidos para rever a família. O muro fica no Parque da Amizade (Friendship Park), um parque nacional, onde é preciso seguir regras, como não passar dinheiro, comida ou documentos. "Uma imagem no mínimo desconfortável, estranha, esse muro entrando mar adentro cortando duas nações, dois povos que poderiam conviver em perfeita harmonia", conta Cebrian.

Do lado de Tijuana, no México, o muro fica na área mais movimentada da cidade. Na fronteira, os rapazes presenciam reencontros emocionantes. Como o do pai que foi trabalhar nos Estados Unidos há quatro anos, quando a filha tinha apenas oito meses, e só consegue vê-la uma vez por semana, através da cerca que separa os dois países. E da mãe que ficou 26 anos sem ver o filho e agora só o encontra uma vez por ano, também pelo muro. "E com esse presidente, acho que só vai piorar", lamenta a mãe. "Os Estados Unidos têm essa coisa da terra da liberdade mas ao mesmo tempo tem muita gente que está em liberdade presa lá porque não pode visitar o México, seu país, ao lado. Muitos mexicanos chegam com visto de trabalho, que permite que ele entre, mas o impede de sair. Assim, se forem ao México, não conseguem mais voltar", conta Michel Coeli.  

O quarteto viaja dois mil quilômetros até o estado de Hidalgo, região mais central do México, onde acontece uma simulação de imigração ilegal. Com o objetivo de conscientizar para o perigo da travessia, a simulação é feita por pessoas que já passaram pela situação, com o consentimento do governo. "Dizem que é uma beleza, que é fácil, que você vai ganhar muito dinheiro, mas na verdade não é assim. Você abandona tudo: seus pais, seus filhos, sua esposa, sua cidade. Pode ser que dê sorte. Mas muitos acabam voltando", conta o ex-coiote.

Para viver a experiência, André Fran e Rodrigo Cebrian acompanham o grupo de falsos policiais cuja responsabilidade é patrulhar a fronteira, enquanto Felipe UFO e Michel Coeli tentam atravessar a imaginária fronteira como imigrantes ilegais, em mais de três horas se simulação. A travessia verdadeira dura dois dias e duas noites. Veículos caracterizados como carros da polícia de fronteira e armas dão ainda mais realismo à simulação. "Mesmo sabendo que é mentira, não via a hora de acabar", conta UFO.

Coproduzida pela BASE#1, a quarta temporada do programa 'Que Mundo É Esse?' estreia nesta sexta-feira, dia 12, às 23h30, na GloboNews.
Foto: Rodrigo Cebrian, Michel Coeli, Felipe UFO e André Fran posam na terceira maior pirâmide do mundo, em Teotihuacan, no México.
Crédito: Globo/Divulgação

Terceiro episódio de “Era Uma Vez Uma História” vai ao ar nesta quinta-feira

A Band exibe nesta quinta-feira (11), às 23 horas, o terceiro episódio da série "Era Uma Vez Uma História", apresentada pelo ator Dan Stulbach e pela historiadora Lilia Schrwarcz. Desta vez, a atração retrata a história do Brasil de 1832 a 1870, tempo em que Dom Pedro I partiu para Portugal deixando Pedro II, de apenas 5 anos, como herdeiro do Brasil.
Quase como convidados especiais, os apresentadores percorrem as salas do Palácio onde a criança que ficou no trono do Brasil passa seus dias, mostrando sua preparação para assumir o controle do país. Nessas mesmas salas, eles são testemunhas de como está se gerando um dos períodos mais repressivos da nossa história e, na rua, presenciam como eram tratados, vendidos, torturados e assassinados os escravos. Finalmente eles descobrem como Dom Pedro II, considerado o patrono das artes e das ciências, iniciaria uma guerra vergonhosa: a guerra da Tríplice Aliança, que acabou sendo um assunto pessoal para o Imperador.

Uma coprodução da Cine Group e da Eyeworks, Era Uma Vez Uma História vai ao ar às quintas-feiras, às 23h, na tela da Band. 
Dom Pedro II herda o trono ainda criança

segunda-feira, 8 de maio de 2017

21º Cultura Inglesa Festival apresenta programação gratuita para todos os públicos


A imagem pode conter: 1 pessoa, texto 

De 27 de maio a 18 de junho, o Cultura Inglesa Festival traz para São Paulo o melhor da cultura britânica com programação completamente gratuita. Realizado anualmente pela Cultura Inglesa, a 21ª edição tem como tema central "Great People of Britain", uma homenagem a grandes personalidades britânicas, promovendo intercâmbio cultural entre Brasil e Reino Unido.
Os 23 dias de evento têm programação diversa com shows, mostras de cinema, exposições, atividades infantis e espetáculos de teatro e dança. Entre os principais destaques desta edição estão: a exposição interativa "Great People of Britain: É Brit, é Pop, é Cult, é Great!", uma celebração a grandes nomes de destaque da Grã-Bretanha que influenciam diferentes gerações; o aguardado show da inglesa pop Charli XCX e da rapper brasileira Karol Conka; a mostra de cinema retrospectiva e masterclasses com o premiado diretor Kevin Macdonald; e a homenagem à escritora J.K. Rowling, com exibição de todos os filmes da saga Harry Potter. Além disso, o Festival tem espetáculos de teatro nacionais e internacionais, como o monólogo "The Letter: To be or to MBE", com um dos maiores nomes britânicos do hip hop, Jonzi D.

Confira a seguir a programação do 21º Cultura Inglesa Festival

Exposição Great People of Britain: É Brit, é Pop, é Cult, é Great!
O tema central do Festival ganha exposição própria no Centro Cultural São Paulo. De 27 de maio a 18 de junho o público poderá fazer um passeio interativo no universo britânico, que destaca temas contemporâneos por meio das personalidades atuantes, como Adele, Banksy e David Beckham, sem deixar de lado ícones que fizeram a história da Grã-Bretanha, como Charles Chaplin, George Orwell, Charles Darwin e Stephen Hawking. Além disso, parte da exposição será itinerante, a Bike Book, uma biblioteca móvel que destacará livros britânicos de grandes autores, se fixará aos domingos na Casa das Rosas, na Avenida Paulista.

Música

A londrina Charli XCX será a atração principal do show gratuito que acontece no dia 11 de junho em São Paulo, no Memorial da América Latina. Também sobe ao palco um dos grandes nomes da música brasileira, a rapper Karol Conka, que além de cantar seus maiores sucessos, adicionará ao seu setlist algumas canções em homenagem a David Bowie com releituras de suas músicas.
O público também poderá conferir os shows das bandas Staff Only, formada por funcionários da Cultura Inglesa e Soul Prime, de alunos da Cultura Inglesa de Joinville, que têm como referência artistas dos gêneros pop e pop rock.

Cinema

A Mostra Kevin Macdonald - Um Olhar Plural, realizada em parceria com a produtora  bigBonsai, acontece no Museu da Imagem e do Som entre os dias 06 e 10 de junho, e é composta por uma mostra retrospectiva com nove filmes do diretor ganhador de um Oscar, Kevin Macdonald, e duas masterclasses ministradas por ele, nos dias 07 e 08 de junho, com as temáticas ficção e documentário. Serão exibidos nove filmes: O último rei da Escócia; Munique, 1972: Um Dia em Setembro; Marley; Being Mick; Mar Negro; Essa é a Minha Vida; A Águia da Nona Legião; Intrigas de Estado e A Vida em Um dia.

A programação de cinema no MIS também conta com duas sessões do longa Alguma Coisa Assim, dirigido por Esmir Filho e Mariana Bastos. O filme foi desenvolvido a partir do curta-metragem homônimo, selecionado pelo edital da Cultura Inglesa em 2006. O projeto recebeu uma continuação em 2014, com o título "Sete anos depois" e hoje, ganha uma montagem de longa-metragem.

Antes dos longas, também haverá sessões dos curtas-metragens selecionados por meio do edital anual da Cultura Inglesa: Próxima!, com direção de Luiza Campos e inspirado na canção inglesa "Put Your Records On" de Corinne Bailey Rae, e A Horta, com direção de Carla Leoni e Richard Dantas e inspirada na canção "Another Brick in the Wall", do Pink Floyd.

O 21º Cultura Inglesa Festival também apresentará a primeira maratona Harry Potter gratuita em São Paulo, todos os filmes da saga serão exibidos nos dias 16, 17 e 18 de junho. Os dois últimos filmes da saga serão exibidos emsessões ao ar livre, em parceria com o projeto Slowmovie, nos Jardins Suspensos do Centro Cultural São Paulo.

Teatro
A programação de teatro conta com duas montagens nacionais inéditas vencedoras do edital da Cultura Inglesa e dois espetáculos internacionais selecionados no Edinburgh Festival Fringe - o maior festival de artes do mundo, que acontece na cidade de Edimburgo, na Escócia.

Nacionais – espetáculos apresentados em português

Unfaithful, escrita por Owen Maccfferty, autor Irlandês, depois de passar pelo Edinburgh Fringe Festival e por Londres, o espetáculo ganhou pela primeira vez uma montagem brasileira e fica em cartaz de 8 a 11 de junho sob direção de Lavínia Pannunzio, atriz e dramaturga que recebeu diversos prêmios, entre eles APCA e Coca-Cola/Femsa. No centro da trama, os personagens Joan, Tom, Peter e Tara expõem em cena desejos não expressos, arrependimentos e conversas adiadas. Destacam-se na montagem as atuações de Noemi Marinho, vencedora dos prêmios APCA e Shell e de Hélio Cícero, que recebeu indicação do Prêmio Shell como melhor ator por "O Fingidor".

Swallow, em cartaz de 15 a 18 de junho, é fruto da novíssima dramaturgia britânica. O texto escrito pela autora escocesa Stef Smith, teve sua estreia no Festival de Edimburgo em agosto de 2015, e agora ganha remontagem inédita no Brasil, sob direção de Bruno Perillo, ator e diretor indicado ao Prêmio Shell pela direção musical da peça Querô. A montagem conta a história de três personagens, cada qual em estados distintos de vida, que têm suas trajetórias cruzadas. Dos encontros e colisões, nascem impulsos transformadores. Dentro de uma estrutura fragmentada, poética, não linear e descritiva, Swallow consegue, entre conflitos dramáticos, abrir espaço ao humor e à autocrítica.

Internacionais – em inglês com legendas em português

O espetáculo dedicado à saga Senhor dos Anéis, escrita por J.R.R. Tolkien, One Man Lord Of The Rings será apresentado dias 27 e 28 de maio, na sala Paschoal Carlos Magno, dentro do Teatro Sérgio Cardoso. Na peça, o ator Charles Ross apresenta o hilariante one-man-show, onde sozinho, faz todos os papéis, canta a música, e luta as batalhas. Durante o monólogo envolvente o ator recria o encantado mundo da Terra Média e faz o público viajar pela trilogia: A Sociedade do Anel, As Duas Torres e o Retorno do Rei em uma hora. 

De 10 a 14 de junho, a lenda do teatro hip hop Jonzi D. se apresentará com o espetáculo The Letter: To be or to MBE. A montagem mistura rimas autorais, música, gestos e passos de break e humor inteligente ao vivo, Jonzi D, um dos mestres do hip hop theater, apresenta o espetáculo inédito no Brasil. O roteiro apresenta seu dilema entre aceitar ou não o convite para se tornar Membro do Império Britânico. O artista, associado da Sadler's Wells, é pioneiro da cultura hip hop britânica, atuando como rapper e b-boy (dançarino de break dance) desde o início dos anos 1980, além de desenvolver trabalhos como diretor artístico do aclamado festival de dança hip hop, Breakin' Convention.

Dança

As apresentações dos espetáculos de dança Cansei de Ser Sereia acontecem entre os dias 25 e 28 de maio, na Galeria Olido. Criado pela Cia Perversos Polimorfos, com direção de Ricardo Gali, a montagem é inspirada na música e no videoclipe Spectrum, da banda britânica Florence + The Machine e remixada pelo DJ Calvin Harris. O espetáculo parte do estudo do ser mitológico sereia para metaforizar as questões das transformações corporais e suas adequações e inadequações sociais. A apresentação propõe um questionamento a respeito da depreciação feminina, a expectativa social por um modelo já preestabelecido e a busca pela aceitação por meio de padrões comportamentais impostos. 

Inspirada na música Horses in my Dreams, de PJ Harvey, o espetáculo de dança Égua, fica em cartaz de 1 a 4 de junho na Galeria Olido. As artistas Josefa Pereira e Patrícia Bergantin, investigam como o imaginário de força e beleza em torno de um cavalo é imediatamente colocado em cheque quando observado a partir do gênero feminino. Uma égua não é um cavalo e é tensionando este campo de forças propulsoras e opressoras que o trabalho busca praticar um estado de ser improdutivo ou selvagem enquanto uma característica inata e persistente. Correr, comer, rosnar, lamber, rir, dormir, rastejar, recusar, intuir. Pequenos verbos que possam desviar os códigos de conduta e adequações.

Artes Visuais

A programação de artes visuais, em cartaz de 28 de maio a 18 de junho nas galerias do Centro Brasileiro Britânico, conta com três projetos vencedores do edital da Cultura Inglesa.
God Save the Queen, do artista Felipe Oliveira Melo apresenta o resultado da imersão na vida da monarca britânica Elizabeth II, com imagens que apresentam a trajetória da vida da rainha. Os recursos plásticos e conceituais utilizados pelo artista para compor as obras faz uso de intervenções de bordados e colagens, elementos que dialogam com a complexidade da história que existe em torno do nome Elizabeth II. Todas as imagens apresentadas na exposição foram selecionadas a partir de livros que registram a trajetória da rainha, desde seus primeiros meses de vida até seus noventa anos de idade.

A exposição 57 Belsize Park, da artista Maristela Cabello é formada por mais de 50 obras que reúnem projeção, fotografias e colagens. As obras foram inspiradas a partir da coleta de objetos pessoais abandonados e desprezados na desmontagem de um apartamento em Londres. Sua pesquisa reflete sobre a memória e o afeto contido nos objetos que já pertenceram ao outro.

There is no Supper é uma exposição inspirada na série de serigrafias The Last Supper, criadas pelo artista britânico Damien Hirst em 1999 e retrata a investigação do artista Fábio Flaks, que teve como foco principal lançar um olhar mais atento às ambiguidades da vida cotidiana. A mostra é formada por pinturas a óleo sobre telas de dimensões variadas, que representam as faces opostas de algumas das caixas de medicamentos, criadas por Hirst em 'The Last Supper'.

Kids Festival

O final de semana dos dias 3 e 4 de junho concentram as atrações especiais para as crianças com espetáculos, oficinas e instalação temática na unidade Cultura Inglesa-Pinheiros.
Duas peças de teatro infantil fazem parte da programação: Skellig, espetáculo cujo texto é do britânico David Almond, sob direção de Cristiane Paoli Quito, narra as aventuras de Michael em seus encontros com um estranho ser alado que habita a garagem de sua casa. Com referências poéticas e mitológicas, a peça trata sobre temas como vida, morte, amizade e amadurecimento. A outra montagem, A Máquina de Voar, baseada no texto do britânico Phil Porter, conta a história de duas crianças internadas em um hospital cujas vidas mudam completamente com a chegada de um novo garoto. Cheio de ação, o espetáculo é repleto de feitos heroicos, conspirações e atos de bravura.

No Kids Festival, as crianças também poderão se divertir com duas oficinas ministradas pelo grupo Anima Mundi. Na Oficina de Stop Motion com Massinha, os participantes poderão criar as suas próprias animações, produzindo o roteiro e moldando os personagens em massinha que ganharão vida a partir da técnica de stop motion. Já na Oficina de Stop Motion Pixilation os pequenos poderão produzir um filme realizado a partir da técnica de stop motion pixilation, que consiste em animar as cenas baseadas na sequência de fotografias, feitas quadro a quadro, dos atores em ação.

O público poderá se divertir no mezanino da unidade Cultura Inglesa-Pinheiros com a instalação temática Kids Jungle, que será transformado em uma floresta com elementos da Erê Lab para homenagear Darwin e sua teoria da evolução das espécies. As crianças também poderão se transformar em seu animal favorito com uma caracterização especial.

É possível encontrar mais informações sobre a programação completa do 21º Cultura Inglesa Festival no site www.culturainglesasp.com.br/cif e no aplicativo Cultura Inglesa Festival que está disponível para download gratuito na App Store e Google Play.

Tom Holland e Laura Harrier visitam AACD em São Paulo

O dia 3 de maio de 2017 foi diferente para os pacientes da AACD que tiveram o prazer de conhecer os protagonistas de "Homem-Aranha: De volta ao Lar", Tom Holland que interpreta o Homem-Aranha, e Laura Harrier que fará o papel de Liz Allan, o interesse romântico de Peter Parker.
Tom e Laura na  AACD
Créditos: Guilherme Pisa

Os atores deram uma pausa na agenda em sua passagem pelo Brasil para divulgação do novo filme, que estreia dia 6 de julho, para conhecerem a AACD. Durante o tour pela Instituição, distribuíram máscaras do Homem-Aranha, interagiram em um encontro emocionante com as crianças e também tiveram o auxilio de tradutores para tornarem a visita ainda mais proveitosa.

Confira também um vídeo que Tom divulgou nas redes sociais:

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Paramore lança novo single e clipe, “Hard Times”

O Paramore lançou nesta quarta-feira (19) o primeiro single de seu quinto álbum de estúdio, “After Laughter“, que será liberado no dia 12 de maio.
A faixa "Hard Times" foi tocada pela primeira vez nas rádios KROQ, ALT 103.3 e ALT 98.7, simultaneamente, às 9h00 (horário de Brasília). No mesmo horário, foi disponibilizado no YouTube o clipe da música, dirigido por Andrew Joffe.
Confira a seguir.
A banda também anunciou uma turnê, a "Tour One", que passará pela Europa em junho e julho.
15/06 – Dublin, Irlanda; Olympia Theatre
16/06 – Belfast, Reino Unido; Waterfront
18/06 – Manchester, Reino Unido; O2 Manchester Apollo
19/06 – Londres, Reino Unido; Royal Albert Hall
21/06 – Bristol, Reino Unido; Colston Hall
22/06 – Edinburgh, Reino Unido; Usher Hall
24/06 – Köln, Alemanhã; Palladium
25/06 – Tilburg, Países Baixos; 013
27/06 – Paris, França; Grand Hex
29/06 – Wien, Austria; Arena Open Bar
30/06 – Sopron, Hungria; Volt Festival
02/07 – Berlin, Alemanha; Admiralspalast
03/07 – Hamburgo, Alemanha; Stadtpark
05/07 – Hradec Králové, República Checa; Rock For People
07/07 – Estocolmo, Suécia; Cirkus
09/07 – Turku, Finlândia; Ruisrock
12/07 – Copenhagen, Dinamarca; Vega
14/07 – Tonsber, Noruega; Slottsfjellet

terça-feira, 18 de abril de 2017

CPM 22 lança música com participação de Trever Keith, vocalista do Face to Face

A quarta música do novo álbum do CPM 22, "Suor e Sacrifício", que será lançado em breve pela Universal Music, foi divulgada na internet na última sexta-feira (14).
"Never Going To Be The Same" conta com a participação de Trever Keith, vocalista do Face to Face, banda americana de punk rock.
"Já vinha falando com o Trever desde 2010 mais ou menos, quando mandamos o vídeo do cover de "A ok" que fizemos no Festival Planeta Atlântida de 2008. Todas as vezes que eles vieram tocar aqui, nos encontramos e sempre foram 'gente fina' e tal... Começamos a conversar por e-mail sobre a possibilidade de fazer algo juntos e convidei ele este ano para participar do nosso novo disco. Ele aceitou na hora!! Mandamos a base do Japinha (baterista) e ele fez a letra e as melodias de voz, daí surgiu esta obra prima. Face to Face sempre foi influência direta na nossa identidade! Obrigado Trever Keith!", disse o vocalista Badaui em um comunicado.

Ouça a seguir.

Após seis anos sem lançar um álbum inédito, “Suor e Sacrifício” é o sétimo disco de estúdio da banda. Outras três faixas foram lançadas na rede: "Ser Mais Simples", "Conta Comigo" e "Honrar Teu Nome", música composta por Badaui em homenagem a seu pai.

Com mais de 20 anos de carreira, a banda paulistana de rock, que possui ainda três trabalhos ao vivo, incluindo um acústico, voltou a ser um quinteto, com a entrada do guitarrista Phil Fargnoli, além de contar com o retorno do baixista Fernando Sanches. Da formação original, que iniciou os trabalhos em 1995, resta apenas o vocalista Badauí. O guitarrista Luciano Garcia e o baterista Ricardo Japinha estão no CPM desde 1999. 
Para saber mais, acesse https://www.facebook.com/cpm22official/ e https://www.youtube.com/user/CPM22VEVO.


Primeira edição da CCXP Tour Nordeste reúne mais de 54 mil pessoas

CCXP Tour Nordeste aconteceu de 13 a 16 de abril no Centro de Convenções de Pernambuco
Ingressos para a Comic Con Experience 2017, em São Paulo, começam a ser vendidos em 09 de maio


CCXP Tour Nordeste, primeira edição fora de São Paulo da maior comic con da América Latina, chegou ao fim no último domingo, 16 de abril, e foi marcada por muita emoção, conteúdo inédito de filmes e séries, quadrinhos, cosplay e artistas nacionais e internacionais. Tudo isso para mais de 54 mil pessoas que passaram pelo Centro de Convenções de Pernambuco desde o dia 13.

A programação do Auditório Twitch no domingo foi marcada pela presença de artistas internacionais como Claudia Wells (a Jennifer Parker do clássico "De Volta para o Futuro") e Kevin Sussman, da série The Big Bang Theory. Além deles, o brasileiro Vladimir Brichta falou do seu próximo filme, lançamentos da Warner, e painel da Marvel com exibição de cenas inéditas e trailers do aguardado "Guardiões da Galáxia 2" e "Thor: Ragnarok".

O primeiro a subir no palco do auditório principal foi Vladimir Brichta. Muito simpático, iniciou a conversa com Erico Borgo, do site Omelete, e falou de "Bingo: O Rei das Manhãs", que estreia em agosto. “Recife é uma das cidades mais importantes para mim, é onde fiz minha primeira peça, de João Falcão, onde ganhei meu primeiro prêmio do cinema”, afirmou logo no início.
“Eu sempre achei que era um palhaço, mas tinha um certo medo de dizer, porque nunca estudei para ser um e tenho o maior respeito por quem estuda e tem formação. Então, para fazer esse personagem, eu precisava afirmar isso sem medo”, contou. Vestido com uma camisa do Coringa, de Heath Ledger, Vladimir disse que o ator norte-americano era uma referência. “Foi o trabalho mais brilhante que ele fez e acho que dialoga com esse lugar. Ele é bem mais cruel que o nosso 'Bingo', mas espero que ele seja tão encantador e instigante como foi esse”, disse.

Bingo é do premiado editor de cinema Daniel Rezende (Cidade de Deus) e tem inspiração na vida de Arlindo Barreto, intérprete de Bozo na televisão. No elenco, Vladimir Brichta fazendo o papel principal, além de Leandra Leal, Emanuelle Araújo, que dá vida à Gretchen, e Tainá Müller.
“Este é o filme mais importante da minha vida. Com elementos cômicos, mas também é trágico. Uma pessoa que era o maior sucesso do país, mas, ao mesmo tempo era anônimo, porque havia uma cláusula no contrato de que ninguém podia saber quem ele era. Então, ele não tinha isso que todo artista quer ter que é o reconhecimento, era algo muito difícil de lidar”, completou.

Atriz do aclamado De Volta para o Futuro emociona o público e conta porque desistiu da trilogia

Os visitantes ouviram histórias de bastidores do clássico "De Volta Para o Futuro" com a namorada de Marty McFly em pessoa, a atriz Claudia Wells. Ela conversou com Luciano Amaral, conhecido por atuar nos seriados infantis brasileiros "Mundo da Lua" e "Castelo Rá-Tim-Bum", no Auditório Twitch. O bate-papo foi intercalado com cenas do filme, que há 32 anos encanta o público.
A atriz entrou no palco desejando Feliz Páscoa em português e falou sobre o árduo processo de seleção com Steven Spielberg, produtor do longa-metragem, para ganhar a personagem Jennifer Parker. Na trama criada e dirigida por Robert Zemeckis, Jennifer era namorada de Marty McFly, um típico adolescente americano que viaja em uma máquina do tempo para a década em que seus pais eram jovens.

Wells também lembrou o ritmo das filmagens: “Tudo tinha que sair perfeito. Teve uma cena que gravamos 26 vezes”, disse. Ela teceu elogios ao parceiro de cena, Michael J. Fox: “Ele é amável, tranquilo, amigável, tão legal quanto parece, ele é o Marty”, e revelou a personalidade mais reservada do ator Christopher Lloyd, que interpretou o Emmett "Doc" Brown.
Um dos momentos mais emocionantes foi quando a atriz explicou o motivo que a fez recusar o convite de permanecer no elenco do segundo e terceiro episódio da saga: “Minha mãe teve câncer e nós vivíamos juntas na época. Era demais para lidar com isso e com a atuação ao mesmo tempo. Essa foi a minha decisão e eu realmente tive que mantê-la”. O público a aplaudiu de pé e ela retribuiu o carinho: “Os fãs são os melhores de todos, sinto que tenho amigos em todas as partes do mundo”.

Após o sucesso do longa, Wells participou de outros filmes e seriados de TV, como "Babies Having Babies", "Fast Times" e "Still Waters Burn", mas dividiu com a plateia que, apesar de ainda gostar de atuar, não está procurando oportunidades de voltar às telas. Ela agora é dona de uma loja de roupas masculinas. Recentemente, teve a chance de reviver Jennifer Parker ao gravar a voz para um game, desenvolvido pela Telltale Games, mas acredita que a trilogia não deve ser tocada. “Alguns filmes têm que ser deixados do jeito que estão, e eu estou feliz por ter feito parte disso”, afirmou.

O ator Kevin Sussman, de The Big Bang Theory, falou sobre a série que faz sucesso nas telinhas há 10 anos

Fazendo jus à convenção geek, não podia faltar The Big Bang Theory, uma das séries nerds mais famosas do mundo e, também, uma das mais pedidas para a comic con, segundo os organizadores. O ator norte-americano Kevin Sussman interpreta o dono da loja de quadrinhos Stuart Bloom, um dos personagens mais icônicos da série, que está na 10ª temporada e já registra mais de 15 milhões de espectadores por episódio nos Estados Unidos pela CBS. Ele esteve pela primeira vez no Brasil para participar da CCXP.
“Eu ainda não tive tempo de ver muita coisa, mas as pessoas são maravilhosas. Eu consigo sentir o calor delas”, falou Kevin logo no início do painel. Segundo o ator, por coincidência, ele também já trabalhou em uma loja de quadrinhos, “não sou nerd apenas na televisão”, brincou arrancando risada do público. Durante o bate-papo, ele ainda disse que gostaria de ver Harrison Ford participando da série.
Quando perguntado sobre o motivo do grande sucesso da série, Kevin, primeiro, disse que ouve essa pergunta com frequência, mas não sabe realmente. “Pode parecer clichê, mas acho que o sucesso se deve ao fato de que é uma série muito bem escrita, o elenco se dá muito bem, todo mundo é muito amigo. Você vê a cena e parece que as pessoas estão se divertindo ali e elas realmente estão. Outra questão é uma convenção como essa. Antes, os nerds se escondiam, hoje, a gente está celebrando o fato de sermos nerds, então é isso, nerd power!”, finalizou em meio a muitos aplausos do público.
Sussman participou anteriormente das séries televisivas WeedsUgly Betty, e de grandes filmes, como "A.I.: Inteligência Artificial", "Queime Depois de Ler" e "Hitch: Conselheiro Amoroso".

Marvel exibe material inédito de Guardiões da Galáxia Vol. 2 e Thor: Ragnarok

A Marvel apresentou nove minutos de cenas inéditas de "Guardiões da Galáxia Vol. 2", filme previsto para estrear em 27 de abril. Neste segundo episódio, os guardiões já são conhecidos e viajam ao longo do cosmos lutando para manter sua nova família unida. Enquanto isso, eles tentam desvendar os mistérios da verdadeira paternidade de Peter Quill (Chris Pratt). O longa conta com direção e roteiro de James Gunn.
“Gunn disse que quis fazer logo a sequência para mostrar que o grupo ainda está crescendo, tanto que o Groot continua pequeno, e mergulhando mais fundo no mundo mítico da Marvel”, comentou o Marcelo Hessel, editor do Omelete.
Um dos clipes mostrou aos fãs um pouco mais da nova personagem dos Guardiões, a Ayesha, interpretada por Elizabeth Debicki. Na cena, o grupo vai ao reino dessa raça dourada em missão para resgatar a irmã de Gamora, Nebulosa. Outra cena que inebriou o público foi uma de luta com Yondu, Rocket e Groot, recheada de música, violência e neon. Hessel e Érico Borgo ainda comentaram sobre a presença confirmada do personagem Ego no longa, um planeta vivo que tem o poder de se manifestar de várias formas, vivido por Kurt Russel. Zoe Saldana (Gamora), Dave Bautista (Drax), Vin Diesel (voz do Groot), Bradley Cooper (Rocket) e Michael Rooker (Yondu Udonta) completam o elenco.

O painel também mostrou um trailer ainda inédito no Brasil de "Thor: Ragnarok", um dos longas de super-heróis mais aguardados neste ano. Neste filme, Thor (Chris Hemsworth) está preso do outro lado do universo e precisa voltar a Asgard e parar Ragnarok, a destruição de seu mundo, que está nas mãos da vilã Hela (Cate Blanchett). “Eu achei que seria um filme de destruição, mas é uma mistura de tudo que é legal: o Thor Ragnarok com o Planeta Hulk, uma combinação que vai ficar muito boa, divertida”, disse Borgo.
A direção é de Taika Waititi, com roteiro de Chistopher Yost e Craig Kyle. O elenco conta com Tom Hiddleston (Loki), Jaimie Alexander (Lady Sif), Natalie Portman (Jane Foster), Mark Ruffalo (Hulk), Idris Elba (Heimdall), Anthony Hopkins (Odin), entre outros.

Gil Coelho, João Cortês e Anita Barbosa, de Amor.com, comentam teaser inédito do filme

O painel do longa "Amor.com" trouxe para um bate-papo os atores Gil Coelho e Joao Cortês e a diretora Anita Barbosa, para apresentar um teaser exclusivo do filme e contar detalhes para os fãs. A comédia romântica aborda o relacionamento entre uma digital influencer consagrada, Katrina Souto (Isis Valverde) e Fernando (Gil Coelho), um youtuber iniciante, dono do canal Nerd Sem Controle. “Exploramos bastante as dores e as delícias de ser uma pessoa pública e se relacionar diretamente com seus fãs”, explicou Anita.
A pitada de humor fica por conta do personagem Panda (João Cortês), parceiro de Fernando no canal. Ele apresenta um comportamento peculiar de autoestima muito elevada e confiança excessiva por ser “diretor” de um veículo virtual que acabou de começar. Anita revelou ainda que a trama já havia sido escrita anos atrás e estava engavetada, mas como a força das redes sociais só cresceu nos últimos anos, o projeto finalmente virou realidade. A história foi reformulada pelo roteirista Bruno Garoti e contou com o envolvimento do elenco, em especial, da protagonista.
Para criar mais expectativa em torno da produção, foram lançados no YouTube os canais oficiais de Katrina Souto e Fernando (Nerd Sem Controle). Os detalhes da comédia que envolve três geeks parceiros poderão ser conferidos no dia 1º de junho nos cinemas.


A Comic Con Experience (CCXP) é o maior evento de cultura pop da América Latina e um dos maiores do mundo, e sua quarta edição acontece de 7 a 10 de dezembro em São Paulo. A venda dos ingressos começa em 9 de maio. É um evento que já faz parte do calendário cultural do país. Reúne fãs, artistas, profissionais e empresas de quadrinhos, cinema, TV, games, anime, RPG, memorabilia, ficção científica e colecionáveis para conhecerem as últimas novidades dessas áreas em uma grande celebração do universo geek e da cultura pop. Em sua terceira edição, realizada em São Paulo em dezembro de 2016, registrou o público recorde de 196 mil pessoas, firmando-se como uma das três maiores comic cons do mundo. Para 2017, apresenta a CCXP Tour Nordeste, que desembarca na capital pernambucana entre os dias 13 e 16 de abril para levar a mesma experiência ao público da região. O evento é organizado pelo Omelete Group, Chiaroscuro Studios e Piziitoys. Para saber mais, acesse: www.ccxp.com.br e www.ccxptour.com.br.