quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

UFSCar recebe doação de acervo de Luís Carlos Prestes


A UFSCar receberá uma doação de arquivos do acervo pessoal de Luís Carlos Prestes, militar e político brasileiro que comandou a revolucionária marcha Coluna Prestes entre os anos de 1925 e 1927. O acordo foi estabelecido em janeiro, em uma reunião que contou com a presença da historiadora e pesquisadora Anita Prestes, filha de Luís Carlos e Olga Benario, juntamente com Luís Carlos Ragon, responsável pelo instituto que leva o nome de Prestes, e representantes da Universidade: a diretora da Biblioteca Comunitária (BCo), Eliane Colepicolo; o diretor do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi), Roniberto Amaral; e os bibliotecários Alexei Antonio, Izabel Franco e Lívia Reis. Neste encontro, os participantes acertaram os detalhes sobre a doação do acervo, composto por livros, documentos, cartas, fotos e objetos pessoais. Trata-se de um rico conteúdo que faz parte da história brasileira.


Além de participar da reunião, Anita realizou uma visita técnica na BCo e na Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM) da UFSCar, com o intuito de apreciar os arquivos e coleções disponíveis. A historiadora esteve presente também na Fundação Pró-Memória na Estação Ferroviária de São Carlos que abriga arquivos históricos do município. De acordo com a diretora da BCo, Eliane, ainda não há data prevista para a chegada da coleção à UFSCar, que deve ocorrer ao longo deste ano.
Luís Carlos Prestes foi casado com a comunista judia alemã Olga Benário. Além de comandar a Coluna Prestes, foi líder do Partido Comunista Brasileiro (PCB) por mais de 50 anos. Também foi uma das figuras da América Latina mais perseguidas do século XX. Mais informações e fotos da visita de sua filha, Anita Prestes, à UFSCar, estão disponíveis no site da BCo.
Anita Prestes, filha de Luís Carlos Prestes, na UFSCar. Foto: Alexei Antonio (BCo/UFSCar)