quinta-feira, 25 de agosto de 2016

A Rebelião dos Bárbaros, mais uma série épica do History

O canal History estreia no dia 12 de setembro a série "A Rebelião dos Bárbaros", que traz muito mais que a glória de Roma. É a história de milhões de pessoas que se levantaram para lutar pela liberdade à sombra de um poder absoluto, e dos líderes que encabeçaram esta luta. O império romano os chamou de “bárbaros”, tribos que viviam às margens da civilização uma vida primitiva, brutal e violenta. No entanto, estes povos foram também os guerreiros mais ferozes e tenazes da história, homens e mulheres que se negaram a se submeter a uma opressão impiedosa. Sua resistência deu início a uma saga épica, uma batalha que durou 700 anos, e que marcou o começo da queda de Roma dando nova forma ao mundo que estava por vir.

A Rebelião dos Bárbaros apresenta essas batalhas da perspectiva de líderes rebeldes bárbaros, que lutaram contra os romanos para proteger seu povo, sua cultura e suas terras.
Um deles foi Boadiceia, rainha de uma tribo celta que conduziu um exército nessas batalhas, após os romanos tomarem suas terras. Quem interpreta a personagem é a atriz escocesa Kirsty Mitchell.
Além dela, a série apresenta mais oito líderes bárbaros. Alarico, o rei dos godos; Viriato, pastor que se tornou um líder rebelde; Armínio, um filho roubado da Alemanha; Átila, o Flagelo de Deus; Fritigerno, guerreiro que matou um imperador; Aníbal; Espártaco, escravo que se tornou um rebelde e Genserico.

Ao todo, levou 700 anos para derrotar o Império Romano. Para contar toda essa história, um time de especialistas foi convocado para organizar os acontecimentos. A equipe contou com especialistas em cultura romana, arqueólogos, professores universitários, escritores, comandantes do exército dos Estados Unidos, entre outros profissionais.
O elenco também se preparou e estudou o período antes e após seus personagens, assistindo a filmes e documentários, lendo muitos livros, além da preparação física para as cenas de batalha.

O interessante é que apesar de ser baseado em um período tão antigo, o conflito representa também os dias de hoje. As disputas pelo poder continuam envolvendo o controle das minorias.
Hoje os protestos acontecem nas ruas, com gritos de ordem, faixas, e até mobilizações virtuais, pela internet, que chegam até os governantes.
Assim, vemos que cada época conta com seus "rebeldes" e suas lutas por direitos e por sua liberdade.

A Rebelião dos Bárbaros vai ao ar de 12 a 15 de setembro, às 22h40, no History.