segunda-feira, 15 de junho de 2015

Peter Jackson divulga carta sobre a morte de Christopher Lee

O diretor Peter Jackson publicou em seu Facebook uma carta emocionada em que fala sobre sua relação com Christopher Lee, que faleceu nesta semana. O cineasta trabalhou com o ator na saga “O Senhor dos Anéis” e em “O Hobbit“.
Leia a seguir:
“Com tremenda tristeza que tomei conhecimento da morte de Christopher Lee. Ele tinha 93 anos, não esteve em sua habitual boa saúde por um tempo, mas o seu espírito manteve-se, como sempre, indomável. Christopher falava sete idiomas. Era, em todos os sentidos, um homem do mundo. Bem versado nas artes, política, literatura, história e ciência. Ele era um estudioso, um cantor, um contador de histórias extraordinárias e, é claro, um ator maravilhoso.
Um dos meus passatempos favoritos ao visitar Londres era ver Christopher e Gitte, que me emocionou com histórias sobre sua vida maravilhosa. Eu gostava de ouvir e ele adorava contar histórias sobre seu tempo na Força Aérea na Segunda Guerra Mundial, os anos de terror em Hammer, e depois trabalhar com Tim Burton, do qual ele era imensamente orgulhoso.
Eu tive muita sorte por trabalhar com Chris em cinco filmes e eu nunca deixei de sentir a emoção de vê-lo em conjunto. Eu me lembro dele me dizendo que no meu aniversário de 40 anos (era de 80): ‘Você é a metade do homem que eu sou’. Ser a metade do homem que Christopher Lee foi, é mais do que eu poderia esperar. Ele era um verdadeiro cavalheiro, em uma era em que as pessoas não apreciam o cavalheirismo.
Eu cresci amando os filmes de Christopher Lee. Pela maior parte da minha vida, eu fui cativado pelos papéis icônicos que ele não apenas criou, mas continuou décadas mais tarde. Em algum lugar ao longo do caminho, Christopher Lee, de repente, e magicamente, dissolveu-se e tornou-se meu amigo, Chris. E eu amo Chris ainda mais.
Nunca haverá outro como Christopher Lee. Ele tem um lugar único na história do cinema e nos corações de milhões de fãs ao redor do mundo. O mundo será um lugar mais pobre sem ele. Minhas profundas condolências à Gitte, sua família e amigos.
Descanse em paz, Chris. Um ícone do cinema tornou-se lenda”.
10523499_10153256081751558_6875661483060180087_n