quarta-feira, 10 de junho de 2015

O Senhor da Luz de Game of Thrones

Em Game of Thrones, a fé no Deus Vermelho se baseia na existência de apenas um deus e seu oponente.
R'hllor, O Senhor da Luz, é o deus da chama e da sombra, representante de tudo que é bom, a vida, o calor. Seu símbolo é um coração em chamas e ele luta contra a escuridão, o frio e a morte, representados pelo Grande Outro, o Senhor das Trevas. Em Westeros há poucos seguidores, mas em Essos é bem popular.
Os chamados sacerdotes vermelhos, como Melisandre, membros do clero do Senhor da Luz, são chamados assim porque usam vestes dessa cor. Costumam acender fogueiras todas as noites e pedir a R'hllor para que amanheça novamente. Uma frase comum entre os seguidores é "The night is dark and full of terrors" (a noite é escura e cheia de terrores).

 

Os adoradores dessa religião geralmente acreditam que ele é o único deus verdadeiro, em oposição aos Sete, da Fé dos Sete ou dos Deuses Antigos do Norte. Muito do que se pratica tem relação com fogo, desde encarar uma fogueira para ter visões até o ato de queimar alguém em forma de sacrifício. Eles acreditam que um grande poder exige um grande sacrifício. 
Depois da morte do último dragão Targaryen, supostamente todos os tipos de magia desapareceram do mundo. Entretanto, Daenerys conseguiu fazer nascer dragões de pedra no final da primeira temporada e desde então as habilidades e poderes mágicos voltaram a existir, também incluindo os sacerdotes vermelhos.

 

 

Melisandre convenceu Stannis Baratheon a se proclamar o Azor Ahai renascido e ele vem desde então seguindo seus conselhos. O mais recente (na quinta temporada) foi a decisão de sacrificar Shireen, a filha de Stannis. Melisandre acredita que esse sacrifício os ajudará na batalha de Winterfell, já que a neve está cada vez mais alta e os soldados estão com dificuldades no frio. 
Esse sacrifício nos livros, mas os produtores da série, David Benioff e D.B. Weiss, revelaram que a ideia foi dada pelo próprio autor da saga, George R. R. Martin.

Só nos resta aguardar para saber se isso realmente o ajudará a vencer ou não.


Fonte: Omelete