segunda-feira, 22 de julho de 2013

Bruxos e Bruxas - James Patterson

Bruxos e Bruxas é o primeiro livro da série, de James Patterson e Gabrielle Charbonnet.
O autor bateu o recorde com o maior número de títulos entre os mais vendidos, 76, do The New York Times. Foram mais de 160 milhões de cópias vendidas pelo mundo, traduzidas para mais de 38 idiomas.
Foi lançado em junho pela editora Novo Conceito.

É como entrar em um pesadelo. Do nada, você é retirado de sua casa, preso, e acusado de bruxaria. Parece século 17, mas é o governo da Nova Ordem, e está acontecendo agora!
Sob a ideologia da Nova Ordem, O Único Que É O Único mantém seu poder à força, sem música, nem internet, nem livros, arte ou beleza. E ter menos de 18 anos já é motivo suficiente para que você seja suspeito de conspiração.
Os irmãos Allgood estão encarcerados nesse pesadelo e, para escapar desse mundo de opressão e medo, terão que contar um com o outro e aprender a usar a magia.
Do autor best-seller James Patterson, Bruxos e Bruxas é uma saga para se ler… antes que seja tarde.

Whit e Wisty, de 17 e 15 anos respectivamente, são retirados de casa, acusados de bruxaria e levados para o Presídio da Nova Ordem, onde acontece um julgamento e acabam condenados à morte. Há muitos outros jovens também presos, até crianças, pelos motivos mais banais.
Os dois vão descobrindo seus poderes, que até os assustam no começo, mas percebem que podem e devem usá-los para saírem dessa situação e derrubar a Nova Ordem.
"Eles têm medo de mudança, e nós precisamos mudar.
Eles têm medo dos jovens, e nós somos os jovens.
Eles têm medo de música, e música é a nossa vida.
Eles têm medo de livros, e do conhecimento, e de ideias.
Acima de tudo, eles têm medo da nossa magia."
(pág. 244)


A narração dos capítulos é intercalada entre cada irmão. A Wisty é bem irônica e Whit também não deixa por menos. Os dois respondem e encaram de frente seus inimigos.
A leitura é cheia de ação e de surpresas. Faz você querer a continuação na hora.
Quem gosta desse gênero de fantasia (muita fantasia), suspense e ação, Bruxos e Bruxas é uma boa indicação.

Não tem como não lembrar dos países com governos ditatoriais, onde não há liberdade de expressão, de informação, e o controle está em tudo. De alguma forma, essa é a realidade deles, desses jovens que não tem acesso a comunicação, liberdade.

Ainda não tem previsão de lançamento dos próximos títulos no Brasil. Vamos aguardar.

Deixe seus comentários.
Já leu Bruxos e Bruxas?
Ficou interessado?

Até a próxima, beijos.