sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Luke Cage

A mais recente série da Marvel em parceria com a Netflix, "Luke Cage", dá sequencia ao universo dos super-heróis no formato de seriado. Ousada e diferente do que já vimos nas outras produções até agora, a série apresenta um lado que muda quase que por completo sua trama: a cultura negra. Ambientada no Harlem, afastada dos perigos de Hell's Kitchen, Luke Cage mostra um novo lado de Nova York que ainda não foi explorado, além de um outro lado do mundo do crime.
O hip-hop forte na trilha sonora quase se torna um personagem secundário a ser considerado. Imersa em música, a série resgata a essência do que foi o blaxploitation sem se ambientar na década de 70, usando gírias locais sem desacelerar os diálogos entre gangues que tem quase um linguajar próprio.
(Blaxploitation ou Blacksploitation foi um movimento cinematográfico norte-americano que surgiu na década de 1970. A palavra é uma mistura de black e explotaition [exploração]. Os filmes eram protagonizados e realizados por atores e diretores negros e tinham como publico alvo, principalmente, os negros norte-americanos.)

A caracterização do personagem não é exatamente parecida com o Carl Lucas dos quadrinhos. As referências à obra original são sutis. O visual amarelado da produção, assim como "Demolidor" pesa no vermelho e "Jessica Jones" carregou no tom roxo, deixa claro que ela faz parte de um conjunto e que, em breve, veremos esses heróis se reunindo, em "Os Defensores".

Os personagens Cottonmouth (Mahershala Ali), Shades (Theo Rossi), Mariah Dillard (Alfre Woodard), Misty Knight (Simone Missick), Diamondback (Erik LaRay Harvey) foram muito bem desenvolvidos. Cada um tem sua motivação e um propósito dentro da trama, sua origem sempre ligada ao Harlem.
Claire Temple (Rosario Dawson), que já passou por Demolidor e Jessica Jones, tem um papel bem mais relevante em Luke Cage, e completa muito bem a trama (lembrando que a atriz brasileira Sonia Braga interpreta a mãe de Claire nesta temporada).

O ator Mike Colter comentou ao site Comic Book sobre a possibilidade de uma série de Luke Cage ao lado do Punho de Ferro. "Finn Jones e eu demos uma volta ontem, então agora voltarei pra Nova York pra gravar Os Defensores. Estamos nos preparando para fazer uma série de Heróis de Aluguel eventualmente. Faremos isso."

"Heróis de Aluguel" (Heroes for Hire em inglês) é uma HQ de 1997 que colocou Cage e Danny Rand juntos para resolver serviços por contrato. A história se expandiu e passou a mostrar novos heróis na equipe.

Os Defensores é a série que vai unir os quatro heróis da Marvel na Netflix: Punho de Ferro (Finn Jones), Demolidor (Charlie Cox), Luke Cage (Mike Colter) e Jessica Jones (Krysten Ritter). Sigourney Weaver será a vilã.

Punho de Ferro estreia em 17 de março de 2017, enquanto Os Defensores deve estrear somente no segundo semestre de 2017. A série do Justiceiro também deve chegar à Netflix no próximo ano.