quinta-feira, 30 de junho de 2016

10 documentários que vão expandir sua visão de mundo

10 - Lixo Extraordinário - de João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker
Filmado ao longo de quase três anos, Lixo Extraordinário acompanha a visita do artista plástico Vik Muniz a um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro.

Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis. O objetivo inicial de Muniz era pintar esses catadores com o lixo. No entanto, o trabalho com estes personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando sugestionados a imaginar suas vidas fora daquele ambiente.

9 - Muito Além do Peso - de Estela Renner
Pela primeira vez na história da raça humana, crianças apresentam sintomas de doenças de adultos. Problemas de coração, respiração, depressão e diabetes tipo 2. Todos têm em sua base a obesidade. O documentário discute por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem o governo, os pais, as escolas e a publicidade. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

8 - Lutas.doc
Lutas.doc é uma série de documentários com reflexões profundas sobre a violência, seus contextos e formas de representação na história do Brasil. A série combina densidade de reflexão com uma linguagem dinâmica e acessível.
Grandes pensadores brasileiros, doutores em filosofia, psicologia, economia, história e sociologia analisam a realidade brasileira em pé de igualdade. A história do país é revista, com um olhar crítico e ousado. Com um ritmo dinâmico e trechos de animação, os episódios procuram levar audiências intelectualizadas e jovens sem grande formação intelectual, do mesmo modo, à reflexão.


7 - A Doutrina de Choque - de Mat Whitecross e Michael Winterbottom
Em "A Doutrina do Choque", a autora Naomi Klein discorre sobre o advento do capitalismo-catástrofe, doutrina que demonstra como governos e grandes empresas exploram a economia de países afetados por guerras ou desastres naturais. Remontando às teorias do economista neo-liberal Milton (I) Friedman e traçando exemplos na história contemporânea, o filme mostra que o propagandeado mercado livre internacional não foi erguido democraticamente. Além de apresentar os argumentos de seu livro, Klein exibe materiais de arquivo e entrevistas com testemunhas-chave do processo.

6 - Janela da Alma - de João Jardim e Walter Carvalho
19 pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total, falam como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo. 
O escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, o vereador cego Arnaldo Godoy, entre outros, fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoçõescomo elemento transformador da realidade,­ se é que ela é a mesma para todos.

5 - Terráqueos - de Shaun Monson
Provocante documentário que relata a dependência e a exploração cruel e desrespeitosa da humanidade com relação aos animais, tanto para companhia (pet-shops, fábricas de filhotes e abrigos), alimentação (criação, abate), vestimentas (comércio de peles e couros), entretenimento (circos, rodeios, touradas), e pesquisa científica (experimentos científicos, testes de cosméticos). O filme é narrado pelo indicado ao Oscar Joaquin Phoenix e apresenta músicas criadas pelo artista renomado pela crítica Moby. Em 2005 ganhou 3 prêmios em três festivais diferentes Boston, San Diego e Artivist.

4 - Garoto Interrompido - de Dana Heinz Perry
Evan Perry se suicidou aos 15 anos. Através de fotos, vídeos e entrevistas, sua mãe, Danna Perry, conta sua história dirigindo este documentário que investiga o complexo transtorno bipolar de Evan e o impacto de sua morte. Documentário indicado ao Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance.

3 - Como Diz a Bíblia - de Daniel G. Karslake
Pode o amor entre duas pessoas ser uma abominação? O abismo separando homossexuais e cristãos é de fato tão grande quanto aparenta? Como a Bíblia pode ser usada para justificar ódio? Estas são as questões no coração de Daniel Karslake em "Como Diz a Bíblia". Este provocador e divertido filme concilia homossexualidade com interpretações e traduções literais da Bíblia. Através das experiências de cinco famílias tradicionais americanas, descobrimos como as pessoas conseguem, ou não, lidar com um filho gay. 

2 - Samsara - de Ron Fricke
"Samsara" se apresenta como uma meditação guiada não-verbal que transformará os espectadores em todos os países do mundo conforme eles são carregados através da jornada da alma. Com poderosas imagens fotografadas cuidadosamente em 70mm e uma trilha sonora dinâmica, o filme ilumina as conexões entre a humanidade e o resto da natureza, mostrando como nossos ciclos de vida espelham o ritmo do planeta.

1 - Humano - de Yann Arthus-Bertrand
Com testemunhos e imagens aéreas exclusivas, o introspectivo documentário aborda quem nós somos hoje em dia. Não só como comunidade, mas como indivíduos. Através das guerras, descriminações e desigualdades, confrontamos a realidade que também contempla discursos de solidariedade. Uma reflexão do futuro que queremos para nós, seres humanos, e o planeta.
Fonte: Filmow