quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Primeiro Flash dos quadrinhos aparece na série

Depois de 20 anos com Wally West sendo o Flash (primeiro na HQ da DC Comics nos anos 1990 e depois na série animada de TV da Liga da Justiça nos anos 2000), o Flash anterior, Barry Allen, retornou aos holofotes com algumas características muito associadas a Wally na série de TV do Flash produzida pelo canal CW, e exibida no Brasil pela Warner Channel.
O sucesso da primeira temporada abriu caminho para a chegada de Jay Garrick, o primeiro Flash.

Na segunda temporada da série de TV, o ator Teddy Sears interpreta o personagem, que chega à realidade de Barry para avisá-lo de uma nova ameaça.

Corredor da Era de Ouro
 
Jay Garrick tem um visual bem diferente do comum para um super-herói. Gardner Fox e Harry Lampert o criaram em 1939 com calças azuis, uma camiseta vermelha com um raio amarelo no meio e um capacete de ferro adornado por asinhas (inspirado por Mercúrio, deus romano conhecido pela sua rapidez). O capacete foi a primeira referência feita pela série da CW ao personagem.

Nos quadrinhos, Garrick adquire seus poderes após inalar um gás deixado no laboratório de sua faculdade em Keystone, em um processo parecido com o de Allen. 
Entre as curiosidades que cercam Garrick estão a sua técnica de disfarce. Para tanto, o herói vibrava o seu rosto em uma velocidade tão rápida que a feição fica deformada, e ninguém o reconhece; exatamente da mesma forma que o Flash Reverso disfarçava sua voz e rosto na série.
Apesar de hoje não ser o principal nome por trás das histórias de Flash, Garrick ainda é considerado um dos mais importantes ícones da DC Comics, criado na chamada Era de Ouro dos quadrinhos, entre os anos 1930 e 1950, quando foram estabelecidos os primeiros super-heróis das HQs dos EUA. Ele participou da Sociedade da Justiça, o primeiro supergrupo da editora, que contava com a Mulher-Maravilha, o Átomo (que estrelará a série de TV Legends of Tomorrow) e o Lanterna Verde. 
Na série, Garrick assumirá um relacionamento de tutor com Barry Allen, algo comum nas HQs. Os dois foram professor e aluno em várias histórias, com Allen aprendendo a usar poderes ao lado de Garrick. É mais provável que, ao invés de ensiná-lo a usar suas habilidades, ele mostre a Barry como suas atitudes podem ter consequências no espaço-tempo.


Nas HQs dos Novos 52 (reformulação editorial da DC feita em 2011) o uniforme do Flash original também foi remodelado e o capacete virou algo muito mais futurista do que na Era de Ouro. Na linha do tempo atual da DC, Garrick vive na Terra-2 (a realidade dos heróis da Era de Ouro), uma realidade alternativa semelhante à mostrada na série de TV.

É improvável que a CW use na série essas condições do personagem estabelecida nos Novos 52, porque a menção ao Flash clássico foi pensada para agradar os leitores mais velhos, sem esquecer da audiência adolescente atual. 
Nos próximos episódios, a relação Garrick-Allen deve se detalhar mais, incluir Wally West e o vilão Zoom, além de explicar melhor o conceito do Multiverso, que parece ser o foco da segunda temporada. 
Por isso, até aqui, é difícil dizer que exista outra série tão devota às suas origens como The Flash.


Fonte: Omelete