quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Isabella Mezzadri, do Invertisa, compartilha sua positividade e benefícios da Yoga na internet

Nas redes sociais como o Instagram é comum vermos várias pessoas adeptas de atividades físicas que compartilham sua rotina e suas dicas com os seguidores.
Isabella Mezzadri, paulista de 21 anos, é uma delas. Criadora do @Invertisa, ela pratica Yoga e cuida também de um blog, trazendo não só conteúdo focado em Yoga e bem-estar, mas também de astrologia, alimentação e esportes. E também, é claro, muita positividade e dicas diversas sobre como ter uma vida cada vez mais saudável e feliz.

Nessa entrevista, ela contou um pouco de sua história.
Qual é a sua profissão e formação?
Estou no quarto ano do curso de Publicidade e Propaganda na USP. Trabalho em uma agência de publicidade mesmo, como Redatora na área de Criação.  =)

Quanto à formação em outros cursos, sou iniciada nos módulos I e II de Reiki (um tipo de terapia de cura através da canalização de energia vital) e também faço curso de formação de Yoga com o Marcos Rojo (IEPY), que começou em março e terminará agora em dezembro.

Quando e como foi o seu primeiro contato com a Yoga? O que mais te encantou nessa prática que você segue até hoje?
Meu primeiro contato com a yoga foi com cerca de 10 anos, porque meu pai foi casado com uma professora de yoga que tinha um espaço no qual eu tive a sorte de poder praticar. Por mais que fosse nova, me identifiquei muito com a prática, já que ela melhora muito não só a saúde física como mental e espiritual.
O motivo inicial para praticar foi a curiosidade e também o fato de que tinha problemas na coluna, e eu fazia tratamento com natação e RPG para melhorar o problema. A maior melhora durante todos os anos de tratamento foi na época em que eu fiz yoga.
Hoje em dia, o que mais me encanta na prática é que o jeito de ver e fazer as coisas muda completamente quando você passa a praticar yoga. Você se sente bem enquanto está fazendo, mas a prática traz benefícios imensuráveis para a vida. Você fica mais centrado, mais pleno, mais constante em suas ações, decisões e emoções. Não imagino mais minha vida sem Yoga.

Como surgiu a ideia de criar o @Invertisa? Hoje com mais de 10 mil seguidores, como você vê a resposta do público às suas fotos, dicas e motivação?
A ideia começou a surgir quando eu estava muito desmotivada em uma agência que trabalhei. Eu não estava em uma área que me realizava e também estava sob uma pressão muito grande, e conforme os dias passavam eu ficava cada vez mais infeliz. Tudo em que eu pensava era: "queria estar dando aula de yoga na praia. Queria estar fazendo o que me faz feliz!" Em um belo dia, decidi me demitir, ainda que não tivesse outro trabalho em vista. Na mesma semana, criei o Invertisa. Meu objetivo principal com o projeto desde o início é, por meio da yoga e da transmissão de mensagens inspiradoras, incentivar as pessoas a viverem uma vida mais saudável e feliz, seja através da prática de yoga ou por meio de diversas decisões e iniciativas positivas no dia a dia.
Como foi o encontro com a Rachel, a "yoga girl"? 
A Rachel é uma das minhas maiores inspirações. O jeito dela de lidar com a vida é muito bacana e admiro muito a maneira como ela consegue inspirar as pessoas. Ela é simplesmente incrível. O workshop dela aqui em SP foi maravilhoso. Nunca fui de idolatrar ninguém, mas no momento em que ela entrou na sala, não me aguentei e comecei a chorar. Foi muito emocionante e a aula dela superou todas as minhas expectativas, foi realmente incrível. Se um dia eu der aula de Yoga, minha meta é conseguir ser metade da professora que ela é.

Para quem não tem tempo para fazer aulas no dia-a-dia, quais os movimentos para começar com a Yoga? Todos podem praticar?
Acredito que o ideal, pelo menos no começo, é tentar fazer algumas aulas com um professor de Yoga, para entender o fluxo da prática e ter alguém para auxiliar na execução das posturas, das respirações, da meditação etc. É importante pelo menos em algum momento ter algum tipo de auxílio de um professor, mas se você não consegue frequentar aulas por enquanto, muita coisa consegue ser encontrada na internet e com certeza a prática pode ser iniciada em casa. Se for feito sempre com consciência e com constância, a pessoa consegue praticar e perceber os efeitos benéficos da prática em seu dia a dia. Alguns exemplos de sequências são a saudação ao sol, que é muito bacana. Também é possível fazer alguns ásanas, começando pelas posturas mais adequadas para iniciantes, tentando manter-se nelas durante 30 segundos e procurando respirar profundamente.

Outra prática muito interessante que qualquer um pode fazer é a meditação, que pode ser iniciada de diversas maneiras. Minha sugestão é tentar começar a meditar 10 minutos por dia, em um ambiente silencioso. Pode ser só prestando atenção na respiração, ou se quiser pode focar a atenção em uma vela acesa na sua frente. No começo é difícil ficar sem pensar em nada e prestar atenção apenas no elementar, mas com o tempo a permanência vai aumentando e você vai sentindo cada vez mais os efeitos da prática, como a melhora na concentração.

Quanto à restrições, praticamente todos podem fazer Yoga, mas existem algumas limitações quando a pessoa possui condições como por exemplo a hipertensão. No entanto, sempre existe uma maneira de praticar, no caso da hipertensão fazendo variações mais leves para certas posturas, para evitar que a pressão suba. Por isso que eu acho importante ser guiado por um professor, pelo menos no começo. 

Qual mensagem você deixa para as pessoas levarem para suas vidas?
Faça mais do que você ama e leve a vida com muita leveza, muita graça, muita alegria. A felicidade não está longe, ela já está dentro de você. Usufrua dela todos os dias e em todos os momentos. E expresse gratidão por tudo que você tem, porque você com certeza possui todas as ferramentas de que precisa pra se realizar cada vez mais.
:)